Análise biomecânica e histológica do titânio (superfície usinada e tratada) versus zircônia.

Por Sergio Gehrke | 12 de abril de 2019

¨Novos materiais estão sendo pesquisados para substituir o titânio para a fabricação dos implantes dentais. Entretanto, os resultados apresentados na literatura ainda são muito controversos em relação à esses novos materiais. No presente estudo, nosso grupo comparou histologicamente implantes fabricados em zircônia versus implantes fabricados em titânio sem tratamento de superfície e com tratamento de superficie (tratamento aplicado nos implantes Implacil atualmente) e, as conclusões mostram uma resposta muito superior nos implantes de titânio com superfície tratada quando comparado com os outros dois modelos, com uma maturação óssea muito superior.¨

– Sérgio Gehrke

Complemento da Matéria

Artigo Científico

Sergio Gehrke

Diretor do Departamento de Biotecnologia e professor na Universidade Católica de Murcia – UCAM – Espanha; – Coordenador do curso de mestrado em Pesquisa Clínica e Laboratorial do UCAM; – Professor dos cursos de Implantodontia do Bioface Institute; – Diretor do centro internacional de pesquisas Biotecnos.

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO