Comparação do uso de implantes curtos e de comprimento padrão no levantamento de seio maxilar: uma revisão sistemática e metanálise

Por | 14 de agosto de 2018

Short implants (≤ 8mm) compared to standard length implants (> 8mm) in conjunction with maxillary sinus floor augmentation: a systematic review and meta-analysis. Nielsen et al., Int J Oral Maxillofac Surg. 2018 Jul 3. pii: S0901-5027(18)30182-6. doi: 10.1016/j.ijom.2018.05.010.

Resumo

Objetivo:
O objetivo deste estudo foi testar a hipótese de nenhuma diferença no resultado do tratamento após a instalação de implantes curtos (≤ 8mm), na parte posterior da maxila, em comparação com implantes de comprimento padrão (> 8mm) em conjunto com o levantamento de assoalho do seio maxilar, usando a técnica de janela lateral, após um período de observação ≥ 3 anos.

Método e Resultados:
Uma busca nas bases de dados MEDLINE, Embase e Cochrane Library, em combinação com uma busca manual de periódicos relevantes, foi conduzida. A pesquisa rendeu 1102 títulos. Apenas três estudos que preencheram os critérios de inclusão foram incluídos. Todos foram considerados com baixo risco de viés. Meta-análises não revelaram diferenças significativas na sobrevivência do implante ou perda óssea marginal peri-implantar entre as duas modalidades de tratamento. No entanto, o uso de implantes de comprimento padrão em conjunto com levantamento de assoalho do seio maxilar foi caracterizado por uma tendência de perda óssea marginal peri-implantar. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as duas modalidades de tratamento em relação à satisfação geral do paciente.

Conclusão: Os implantes curtos parecem ser uma alternativa adequada aos implantes de comprimento padrão em conjunto com levantamento de assoalho do seio maxilar. No entanto, mais ensaios clínicos randomizados com amostras de pacientes maiores e um período de observação de mais de três anos são necessários antes que uma modalidade de tratamento possa ser considerada superior à outra.