O resveratrol reverte o efeito negativo do tabagismo no reparo peri-implantar na tíbia de ratos.

Por Márcio Casati | 13 de fevereiro de 2019

Ribeiro FV, Pimentel SP, Corrêa MG, Bortoli JP, Messora MR, Casati MZ.
Clin Oral Implants Res. 2019 Jan;30(1):1-10.

 

OBJETIVOS:
Abordagens inovadoras capazes de melhorar o reparo ósseo peri-implantar são relevantes na presença do tabagismo, um fator de risco para a cicatrização em torno dos implantes. Este estudo investigou o efeito do resveratrol no reparo peri-implantar e sua influência em marcadores relacionados ao osso em ratos submetidos à inalação de cigarro.

 

MATERIAIS E MÉTODOS:
Um implante de titânio foi inserido em cada tíbia de ratos atribuídos a inalação de cigarro + resveratrol (n: 18); inalação de cigarro + placebo (n: 18); e não-inalação de cigarro (n: 18). Um implante foi removido com contra-torque e o tecido peri-implantar foi coletado para quantificação de mRNA de BMP-2, OPN, Runx2, Lrp-5, Osx, β-catenina, Dkk1, OPG e RANKL. A outra tíbia foi submetida a micro TC para mensuração: volume ósseo, porosidade óssea, espaçamento trabecular, espessura trabecular e contato osso-implante (BIC).

 

RESULTADOS:
Não foram detectadas diferenças entre o contra-torque no grupo inalação de cigarro + resveratrol e não- inalação de cigarro (p> 0,05), enquanto o grupo inalação de cigarro + placebo apresentou valores menores quando comparado aos demais (p <0,05). O resveratrol melhorou o BIC em ratos expostos a inalação de cigarro sem diferenças quando comparado ao grupo não exposto ao cigarro (p> 0,05), enquanto que a inalação de cigarro + placebo apresentou redução do BIC quando comparado aos outros grupos (p <0,05). O resveratrol reduziu os níveis de RANKL / OPG e Lrp-5 e aumentou a β-catenina em ratos expostos a inalação de cigarro quando comparado ao grupo inalação de cigarro + placebo (p <0,05).

 

CONCLUSÃO:
Embora investigações adicionais devam ser consideradas utilizando modelos orais de implantes dentários, dentro dos limites do presente estudo, concluiu-se que o resveratrol reverte os efeitos negativos do tabagismo no reparo peri-implantar, beneficiando a modulação de marcadores relacionados ao osso.

Márcio Casati

Professor titular da Disciplina de Periodontia – Universidade Paulista (Unip); Professor associado da área de Periodontia – Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP – Unicamp).

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO

Márcio Casati