Osseodensificação: uma mudança de paradigma na implantodontia

Por Prof. Dr. Márcio de Carvalho Formiga | 07 de novembro de 2018

Há muito tempo as empresas e os implantodontistas têm se dedicado a melhorar a macro, a micro e, mais recentemente, a nanogeometria dos implantes dentários, buscando com isso otimizar os resultados em termos de estabilidade primária e secundária dos implantes. Porém, um fator praticamente não mudou desde o início, lá com Branemark e Albrektson: a instrumentação! Pensando nisso, um periodontista de Michigan, EUA, dr. Salah Huwais, desenvolveu um sistema de brocas que, como ele mesmo propaga, otimiza o sítio e, assim, também os resultados. Essas brocas (Versah) fazem uma osseodensificação do rebordo, causando com isso uma expansão controlada dele ao mesmo tempo em que promove um autoenxerto, preenchendo as trabéculas ósseas com partículas provenientes da própria instrumentação.

Basicamente, por trabalhar com a matriz colágena do osso, basta haver um remanescente mínimo de 2 mm de osso medular para que se possam sentir os efeitos da osseodensificação. Vários estudos têm sido feitos e demonstrado sua eficácia, tanto na melhora da estabilidade primária, muito desejada nos casos de carregamento imediato, por exemplo, quanto na estabilidade secundária, o que pode antecipar a reabilitação final do caso, diminuindo o tempo de espera para pacientes e dentistas.

Muito ainda se tem para estudar sobre a técnica, porém, ela tem se mostrado promissora para o futuro da implantodontia. Os escareadores manuais do Sistema Implacil, que possuem desenho semelhante nas lâminas, têm função similar no tocante à expansão de rebordos atróficos, isso já comprovado clinicamente, também com excelentes resultados em maxilas. Neste caso foi utilizado implante Due Cone Implacil com carga imediata e pilar Smart, que pode ser utilizado tanto para próteses parafusadas quanto para cimentadas, com provisionalização imediata, além de preenchimento do gap com biomaterial xenógeno de lenta absorção e tecido conjuntivo.

Prof. Dr. Márcio de Carvalho Formiga

Graduação em Odontologia pela Universidade do Vale do Itajaí- UNIVALI/SC, em 1997. Pós graduação em Implantodontia pela ABO seção Itajaí em 2000. Pós graduação em Cirurgia Avançada para Implantodontia pela Clinimplante em 2003. Especialista em Periodontia pela Profis/USP-Bauru desde 2003. Especialista em Implantodontia pela ABCD seção Florianópolis desde 2016. Mestre em Prótese Dentária pela São Leopoldo Mandic/Campinas desde 2012. Doutorando em Periodontia pela Universidade de Guarulhos- UnG/SP. Participou do Externship Program in Periodontology pela Univesridade de Michigan em maio de 2005. Participou do Advanced Implant Dentistry pela Universidade da Flórida em abril de 2015. Professor Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia e Periodontia da Unisociesc- Florianópolis/SC. Professor da Graduação em Odontologia da Universidade do Sul Catarinense-Unisul/Pedra Branca desde 2016. Consultório privado em Florianópolis, onde atua nas áreas de Periodontia, Reabilitação Oral e Implantodontia, realizando cirurgias de reconstruções ósseas , manutenção de alvéolos, instalação de implantes e manipulação tecidual.