Cirurgia Guiada com 2 Guias Ósseos – Recorte Ósseo e Perfuração

Por Paulo Cruz e Antonio Illanes | 12 de agosto de 2020

Quando pensamos em Cirurgia Guiada, naturalmente associamos a um procedimento sem incisão e sem descolamento do retalho, mas em algumas situações temos que abrir retalhos, pois no planejamento já ficou evidente a necessidade de tal procedimento.

Como exemplo, podemos citar cirurgias em osso delgado, onde no planejamento virtual ficou evidente que um ou mais implantes ficariam parcialmente expostos (normalmente na parede vestibular) devendo assim abrir um pequeno retalho através do qual será colocado um material de enxerto para cobrir a parte exposta do implante. Outro exemplo é das cirurgias que necessitam de recorte ósseo, normalmente em cirurgias de protocolo inferior com extração de dentes anteriores.

Lembrando que dentre tantas vantagens da Cirurgia Virtual Guiada, a maior delas é o bom posicionamento do implante, dando condições para uma melhor estética e uma biomecânica perfeita do conjunto implante-abutment-prótese.

A Cirurgia Guiada nos dias de hoje, é plenamente confiável com índices de desvios muito pequenos entre o planejamento e o resultado conseguido, como atestam vários artigos publicados e no acompanhamento de nossos casos clínicos de consultórios.

A seguir, vamos ilustrar um caso de cirurgia com 2 guias ósseos, 1 de recorte ósseo e outro de perfuração:

Paciente do sexo feminino, 82 anos, com a presença de dentes anteriores de mandíbula usando prótese móvel na região posterior por mais de 30 anos. Com isso, a reabsorção óssea posterior causou um desnível muito grande em relação à região anterior.

Através do programa Blue Sky (em parceria com a empresa Odontoplanning), foi feito planejamento guiado com 2 guias. O primeiro guia de recorte ósseo, tem como objetivo o recorte e aplainamento ósseo, deixando uma altura óssea mais uniforme entre a região posterior e anterior da mandíbula.

Através da imagem do osso recortado é planejada a guia de perfuração que vai se encaixar de uma maneira perfeita no osso recortado.

Lembrando que essas guias serão apoiadas exclusivamente no osso, sem envolvimento de mucosa, portanto há que se fazer incisão e descolamento mucoperiostal suficiente para o encaixe da guia.

Fig. 1 – Imagem tomográfica gerada pelo Software de planejamento Blue Sky
Fig. 2 – Imagem do osso após o recorte ósseo (Azul)
Fig. 3 – Cortes das imagens de um dos implantes planejados
Fig. 4 – Protótipo do osso após exodontias e guia de recorte ósseo
Fig. 5 – Guia de recorte encaixada no protótipo (confeccionados pela empresa Odontoplanning)
Fig. 6 – Guia de recorte ósseo fixada no osso após exodontias e descolamento mucoperiostal
Fig. 7 – Imagem após o recorte ósseo feito com alicate biarticulado e brocas montadas em peça reta
Fig. 8 – Protótipo após o recorte ósseo e guia de perfuração
Fig. 9 – Guia de perfuração fixada (não é necessário fazer novas perfurações de fixação, pois o encaixe coincide com as perfurações da guia de recorte)
Fig. 10 – Conjunto ImplaGuide para Cirurgia Guiada.
Fig.11 – Implante Cone Morse Maestro (Implacil)
Fig. 12 – Imagem após a colocação dos implantes
Fig. 13 – Mini-cônicos instalados e sutura com fio absorvível
Fig. 14 – Prótese concluída
Fig. 15 – Prótese instalada no mesmo dia da cirurgia (Carga imediata).

O planejamento acima, foi feito para a instalação de uma prótese fixa aparafusada final, com estrutura metálica rígida e acrilização, no mesmo dia da cirurgia. A regularização do rebordo da paciente permitiu a instalação dos implantes em um posicionamento 3D ideal para uma reabilitação protética com os parâmetros biomecânicos, funcionais e estéticos adequados, transformando uma situação com várias limitações e dificuldades em um caso favorável, de uma maneira simples e previsível.

Referências Bibliográficas

Accuracy of computer-aided template-guided oral implant placement: a prospective clinical study
Beretta M;Poli PP; Maiorana C. J Periodontal Implant Sci 2014 Aug;44(4):184-93

Accuracy of computer-guided implant surgery by a CAD/CAM and laser technique.
Zhao XZ; XuWH; Tang ZH;Wu MJ; Zhu J; Chen S
Clin J Dent Res. 2014; 17(1):31-6

Accuracy of static computer-assisted implant placement in anterior and posteriro sites by clinicians new to implant dentistry: in vitro comparison of fully guided, pilot guided, and freehand protocols.
Abduo J1; Lau D2 Int J Implant Dent. 2020 Mar11;6(1):10

Guidance means accuracy: A randomized clinical Trial on freehand versus guided dental implantation.
Endre Varga Jr;Márk Antal László; Major Ramóna Kiscsátari; Gábor Braunitzer; Josef Piffkó

Clin Oral Impl Res January 2020 https://doi.org/10.1111/clr.13578

Accuracy of Computer-Aided Dynamic Navigation compared to Computer-Aided Static Navigation for dental implant placement: Na In vitro study.
Mediavilla Guzmán A1;Riad Deglow E1; Zubizarreta-Macho Á1; Agustín Panadero R2; Hernández Montero S1. J Clin Med.2019Dec2;8(12).

Five-year survival rates for implants placed using digitally-designed static surgical guides: a systematic review.
Walker-Finch K1; Ucer C2
British J Oral Maxillofac Surg. 2020 Jan5. Dói:10.1016/j.bjoms.2019.12.007

Accuracy evaluation of computer-guided implant surgery associated with prototyped surgical guides.
Cunha RM; Souza FA; Hadad H; Poli PP; Maiorana C; Carvalho PP
Journal Prosthetic Dentistry – Article in Press