Cirurgia Guiada com guia suportada em dentes em casos de perdas dentais unitárias: Uma revisão crítica.

Por Márcio Casati | 11 de setembro de 2017

Pozzi APolizzi GMoy PK. Eur J Oral Implantol. 2016;9 Suppl 1:S135-53

 

O objetivo deste estudo foi revisar sistematicamente a literatura científica buscando avaliar a acurácia da cirurgia de instalação de implantes unitários com a técnica de cirurgia guiada por computador, assim como analisar as eventuais vantagens clínicas e resultados obtidos com esta abordagem terapêutica. Uma busca eletrônica e manual dos estudos clínicos publicados de janeiro de 2002 a novembro de 20015 foi realizada utilizando termos indexados específicos. Os resultados avaliados foram: acurácia, falhas nos implantes e componentes protéticos, complicações biológicas e mecânicas, perda óssea marginal, índice de sangramento sulcular, índice de placa e avaliação estética. Foram encontrados 1027 títulos e resumos relevantes. 1020 na busca eletrônica e 7 a busca manual. 32 estudos foram incluídos na revisão crítica por se adequarem aos critérios de inclusão estabelecido previamente. Dois ensaios clínicos controlados e randomizados, seis estudos observacionais de coorte prospectivos, um estudo observacional retrospectivo, três estudos comparativos in vitro, 10 relatos de casos e 10 revisões sistemáticas. Um total de 209 pacientes (18 a 67 anos de idade) foram tratados com 342 implantes usando cirurgia guiada por computador. O período de acompanhamento variou de 12 a 52 meses. A taxa de sobrevivência variou de 96,5% a 100%. 11 softwares de planejamento e sistemas de cirurgia guiada foram usados e avaliados. A técnica de cirurgia guiada por computador em casos unitários representa um opção de tratamento viável e está associada com um posicionamento confiável dos implantes e resultados clínicos e estéticos favoráveis. Um guia suportado por dentes possibilita melhor acurácia no posicionamento do implante em comparação com guias suportadas por mucosa ou osso. Embora a evidência científica disponível seja limitada pode-se concluir que a cirurgia guiada esta associada a taxas de sobrevivência semelhantes aos protocolos cirúrgicos convencionais. O uso da cirurgia guiada por computador implica em custos adicionais que devem ser analisados em termos de custo-efetividade, considerando a redução do tempo cirúrgico, dor pós-operatória e edema, assim como, o potencial de aumento de acurácia. Ensaios clínicos randomizados de longo prazo são ansiosamente esperados para investigar a performance clínica deste tipo de procedimento cirúrgico.

Márcio Casati

Professor titular da Disciplina de Periodontia – Universidade Paulista (Unip); Professor associado da área de Periodontia – Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP – Unicamp).

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO

Márcio Casati