Revista Nature: Fresas Implacil vs Straumann.

Por Sergio Gehrke | 30 de novembro de 2020

Efeitos da técnica e design de fresa utilizada durante osteotomia na estimulação térmica e histológica

Effects of the technique and drill design used during the osteotomy on the thermal and histological stimulation.

Nesse estudo foram comparados dois modelos de fresas para implantes: sistema cilíndrico (Straumann) e sistema cônico (Implacil De Bortoli). Foram realizadas osteotomias com ambos os sistemas em tíbias de coelhos, comparando a fresagem com movimentos contínuos e intermitentes, e medindo a produção de calor. Após 30 dias, as amostras de osso dos animais foram analisadas histologicamente. Os resultados mostraram que o sistema cônico (Implacil De Bortoli) produziu menos aquecimento durante as fresagens, independentemente do movimento, contínuo ou não. Além disso, histologicamente, foram encontrados resultados muito superiores na cicatrização óssea (maior quantidade de osso neoformado) e na contagem de células inflamatórias (menor quantidade de células inflamatórias) nas amostras de osso dos perfurados com as fresas cônicas (Implacil De Bortoli) em comparação com as amostras dos grupos perfurados com as fresas cilíndricas (Straumann).

Sergio Gehrke

– Diretor do Departamento de Biotecnologia e professor na Universidade Católica de Murcia – UCAM – Espanha;
– Coordenador do curso de mestrado em Pesquisa Clínica e Laboratorial do UCAM;
– Professor dos cursos de Implantodontia do Bioface Institute;
– Diretor do centro internacional de pesquisas Biotecnos;
– Coordenador do Curso de Especialização em Implantodontia Bioface/UCAM/PGO.

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO