Reabilitação oral com implantes dentários

Por Thayane Furtado | 16 de maio de 2022

Por Thayane Furtado e Oseias Evangelista

Quando lidamos com casos de pacientes parcialmente desdentados, dois desafios são enfrentados: a estética e a funcionalidade dentária. Com o aumento da expectativa de vida e com a demanda estética, os usuários de próteses dentárias buscam alternativas para a reabilitação oral que preservem as condições fisiológicas, devolvendo estética, função e que permitam que o paciente aproveite mais seu dia a dia por conta do resultado da mudança da autoestima. O tratamento com prótese implanto-suportada apresenta resultado a longo prazo, com sobrevida de 95% no período de dez anos e obtém ótimas vantagens funcionais e biológicas quando comparado ao tratamento com próteses parciais removíveis e próteses totais1.

A utilização do planejamento virtual permite a criação de soluções e personalizações de casos individualizados. Antes realizado em 2D, com auxílio de exames complementares, atualmente foram substituídos por uma única ferramenta digital através de softwares específicos, eliminando possíveis chances de erros durante as etapas clinicas2.

As técnicas de cirurgia guiada para a implantodontia foram aprimoradas ao longo dos anos com a inclusão de tecnologias para manipulação de imagens, softwares e impressão 3D. Essas técnicas são recorrentes nos casos de reabilitação implanto-muco-suportadas em pacientes edêntulos totais ou parciais3.

O guia cirúrgico é o resultado do planejamento 3D, com diversas vantagens ao procedimento, como incisões precisas e minimamente invasivas, guia de angulação na ancoragem de implantes, estabilidade e redução do tempo cirúrgico4. Este relato de caso tem finalidade de demonstrar as etapas clínicas através do planejamento digital, desde a instalação de implantes na maxila e na mandíbula, assim como a instalação de próteses totais provisórias.

Relato de caso

Neste caso clínico, a paciente estava insatisfeita justamente com a estética e a mastigação de sua atual condição bucal. Por conta de apresentar diversos dentes comprometidos, foi indicada a confecção de reabilitação oral com prótese do tipo protocolo bi maxilar sobre implantes dentários.

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3

Inicialmente, foi identificado um sorriso invertido e uma projeção dos elementos dentais para além da linha molhada do lábio.

Imagem 4
Imagem 5
Imagem 6
Imagem 7
Imagem 8

Através do escaneamento intraoral, foi realizado o planejamento das cirurgias guiadas (ODONTOPLANNING-BRASIL).

Imagem 9

Impressão dos guias cirúrgicos superior e inferior.

Imagem 10

Guia cirúrgico superior posicionado em boca antes das extrações dentárias.

Imagem 11
Imagem 12
Imagem 13
Imagem 14

Instalação dos implantes com o guia cirúrgico em posição.

Imagem 15

Momento logo após a confecção dos implantes guiados superiores.

Imagem 16
Imagem 17
Imagem 18
Imagem 19

Planos em cera contendo referências estéticas e funcionais para orientar etapa protética.

Imagem 20
Imagem 21
Imagem 22
Imagem 23

Observou-se nessa fase uma invasão do corredor bucal bilateral além da projeção coronal do lado esquerdo, canino tocando o lábio inferior.

Imagem 24
Imagem 25
Imagem 26
Imagem 27
Imagem 28
Imagem 29
Imagem 30

Prótese superior e inferior em resina acrílica.

Imagem 31

Próteses provisórias. Na arcada superior, o tecido gengival será condicionado e na inferior, uma prótese dento-gengival será utilizada.

Imagem 32

Condição inicial e atual, com próteses provisórias, através do escaneamento digital.

Imagem 33
Imagem 34
Imagem 35
Imagem 36
Imagem 37

O corredor bucal foi corrigido antes da finalização da prótese provisória. Inicia-se a fase de avaliação das estratégias escolhidas para eventuais correções na prótese definitiva após 90 dias.

Referências

1- Buser D, Janner SF, Wittneben JG, Bragger U, Ramseier CA, Salvi GE. 10-year survival and success rates of 511 titanium implants with a sandblasted and acid-etched sur- face: a retrospective study in 303 partially edentulous patients. Clin Implant Dent Relat Res 2012: 14: 839–851.

2- Pereira, R. A., da Silva Siqueira, L., & Romeiro, R. D. L. (2019). CIRURGIA GUIADA EM IMPLANTODONTIA: RELATO DE CASO. Revista Ciência e Saúde On-line, 4(1).

3- Neto, M. D. E. H., dos Lírios, R., & Jardim Cuiabá, C. E. P. Planejamento virtual e cirurgia guiada na reabilitação de maxila edêntula.

4- Vasconcelos, B. E., Farias, R. S., de Matos, J. D. M., Lima, J. F. M., de Castro, D. S. M., & Zogheib, L. V. (2018). A tecnologia 3D e suas aplicações na Odontologia moderna–uma revisão sistemática de literatura. Full Dent Sci, 10, 37.

Thayane Furtado

– Doutora em Implantodontia;– Mestre em Implantodontia;– Especialista em Implantodontia;– Especialista em Prótese;– Especialista em Estomatologia;– Especialista em Radiologia;– Habilitação em Ozonioterapia;– Consultora científica das empresas Implacil De Bortoli, Microsuture, Oraljet, Okro Lab, Dra Chica e Yller Biomateriais;– Coordenadora e professora dos cursos de especialização da AIT Betim, AIT Campo Belo e CELLO;– Sócia-proprietária do Grupo Ampplo.

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO