Utilizando o conjunto de seleção protética Implacil

Por Marcelo Abla | 01 de março de 2018

 

 


 

Escolha do componente CM

A escolha do componente Cone Morse depende de três fatores

  • Altura gengival
  • Diâmetro do Componente
  • Altura do componente protético propriamente dito

Altura gengival

A altura gengival deve ser inversamente proporcional ao biótipo periodontal, ou seja, em biótipo periodontal fino deveríamos utilizar um pilar com sulco de 2,5 ou 3 mm e para um biótipo espesso 1,5 mm. Sendo que a prótese deve emergir 1 a 2 mm acima da linha traçada entre os arcos gengivais (zênite) dos dentes adjacentes

Imagesm 2

Diâmetro do componente

Os componentes podem apresentar uma espessura de 3,5 ou 4,5 mm de diâmetro, sendo os primeiros indicados para área anterior e os segundos para área posterior.

Imagem 3

Altura do componente protético propriamente dito

A altura do componentes protética propriamente dita , seria a área protética de retenção da prótese. Essa pode ser de 4 ou 6 mm, quando possuímos coroas protéticas curtas ou implantes pouco embutidos utilizaremos componentes de 4 mm, nesses casos eu opto por próteses finais parafusados. Para todos os outros casos utilizamos pilares com altura de 6 mm.

 

Marcelo Abla

– Especialista em Implantes;
– Especialista em Biologia Celular pela Escola Paulista de Medicina;
– Mestre em Implantodontia pela UNESP Araçatuba;
– Doutor em Implantodontia pela UNESP Araçatuba;
– Coordenador de conteúdo do Abla+.

VER TODOS ARTIGOS DESTE MEMBRO

Marcelo Abla